Recuse!

blogmmagovbrhtm-saco-a-um-sacohtmRecebi o convite do Vinicius Mont Serrat do Blog Sucesso News para participar da campanha Saco é um saco do Ministério do Meio ambiente e não poderíamos ficar de fora! Mas, ao invés de falar de números, vou contar um pouquinho da nossa experiência pessoal.

Aqui em casa a gente usa sacola retornável.

p8273064pTudo começou com a @cristianefetter do blog Tô Doida, que mora nos Estados Unidos e escreveu um texto aqui pro Futuro do Presente contando sobre As Sacolas Plásticas nos Estados Unidos . Logo depois disso, ela me mandou  de presente uma sacola que vende nos mercados de lá. Aliás, uma sacola excelente e que está como nova até hoje…quase 2 anos depois. Foi essa bolsa a nossa primeira sacola retornável.

No começo, eu esquecia sempre de levar a bolsa, mas a consciência de que eu esquecia, me fez passar a deixar a bolsa dentro da mala do carro. Continuei esquecendo…mas com ela na mala, eu me obrigava a voltar ao estacionamento e pegar. E foi assim que com o tempo, eu fui passando a lembrar automaticamente de sempre levar a bolsa para dentro do mercado.

Como eu moro num local um pouco afastado dos grandes centros, os mercados aqui são menores e a gente acaba ficando mais conhecido no comércio local. E no começo me tratavam como um ET, com aquela cara de : “Como assim, a Sra. não quer levar a sacola? A Sra. traz uma sacola?”. Num dos mercados da região, certa vez, o empacotador quis me obrigar a levar a sacola! “A Sra. é obrigada a levar” e eu respondia “a compra é minha e eu não quero levar a sacola plástica, quero levar na minha sacola”

Eu já respondia rindo porque a cena foi realmente patética. Afinal, de fato, minha única obrigação ali era pagar pelas minhas compras. Se eu quisesse levar item por item na cabeça, era problema meu…rs.. Mas com o tempo, vieram os elogios, todo mundo comentava e eu virei a “moça da sacola”.

Claro que no meio dessa história, tivemos uma outra descoberta: uma bolsa só para compras de mercado semanais, era pouco. E meus sogros, vendo nosso engajamento, de repente, assim do nada, chegaram com uma sacolona enorme feita de sacos reciclados. Ou seja, nosso comportamento já estava inspirando e atingindo nossos familiares. Sentimos muito orgulho!

ist1_4325888-dark-blue-plastic-containerMas duas sacolas ainda era pouco e passamos também a usar uma caixa de plástico desmontável para garrafas, caixas de leite e itens mais pesados. p1030764pEsta por ser desmontável, também “mora” dentro do carro e é muito prática de carregar dentro do carrinho do mercado.

Foi daí que tivemos a idéia de fazer sacolas reutilizáveis feitas de tecido PET e colocar à venda no nosso site. Mas como a gente queria ter um diferencial para facilitar as pessoas a lembrarem de levar suas bolsas ao mercado, optamos pela bolsa dobrável, com fecho para que ela esteja dentro das nossas bolsas do dia-a-dia ou dentro do porta-luvas dos carros. Porque a bolsa precisa estar disponível na hora que a gente precisa. Não adianta nada a gente estar no mercado e a bolsa em casa.

E o melhor da história vem agora: o mercado, vendo nossas bolsas, perguntou onde p1060189p500a gente compra e a gente passou a fornecer para o mercado que revende a bolsa feita de tecido 100% reciclado para seus clientes!

Então, as lições que aprendemos com toda essa história é que:

-é possível mudar nossos velhos hábitos;

-as pessoas se inspiram (o mercado se inspirou por nós, que nos inspiramos na Cris e assim, sucessivamente, se cria uma corrente de conscientização);

-para reduzir, precisamos RECUSAR.

RECUSE, REDUZA, REUTILIZE!

Evoluir é preciso.

estacionado-3020Certa vez, recebi um e-mail com aqueles arquivos em Power Point, os famosos .pps , que eu raramente assisto. Mas esse me interessou e eu não me arrependi.

Ele conta sobre a cultura Slow Down que seria a grosso modo, dar uma desacelerada na vida.

Lá, um funcionário brasileiro de uma empresa sueca explica o quanto nós corremos atrás de resultados imediatos. Ao contrário dos suecos que têm prazos longos e demorados para a realização dos projetos. Em conseqüência se tem projetos amadurecidos com tecnologia e procedimentos adequados, o que gera muito pouca perda na realização dos mesmos.

Isso fica mais interessante ainda quando o próprio autor considera o tamanho da Suécia que é o mesmo tamanho do estado de SP e tem empresas como Volvo, Nokia, Ericsson, entre outras.

E ele finaliza a apresentação contando que ao chegar para trabalhar, em pleno inverno, sob intenso frio e neve, o colega de trabalho, mesmo chegando cedo e estando o estacionamento vazio, parou longe da porta de entrada mesmo com vagas mais próximas disponíveis. Quando questionado pelo brasileiro, o amigo sueco respondeu que ele estava chegando cedo e tinha tempo suficiente para caminhar até a entrada. Os colegas que chegassem depois, provavelmente, estariam com menos tempo e com maior necessidade de parar mais perto da entrada do que ele.

Não acredito que seja possível continuarmos a nos comportar da mesma maneira depois de ouvir essa história. E todos os dias eu me lembro dela na porta da escola ou dos locais onde vou por qualquer motivo. Se antes já andava procurando vagas mais distantes para ficar em local mais tranqüilo, agora tenho mais um motivo e lembro dessa história quando chego cedo na porta da escola e posso esperar.  Sempre avalio se devo mesmo ocupar uma vaga que pode estar disponível para uma mãe que precisa parar perto da porta por qualquer motivo, por exemplo.

Mas não posso deixar de observar que os próprios professores ou donos das escolas param seus carros na porta das escolas. Não bastasse a questão da falta de necessidade de se deixar o carro parado tão perto do portão por tanto tempo, tem a questão prática da coisa que é permitir que os clientes tenham acesso mais fácil à escola. E nos estacionamentos dos estabelecimentos comerciais? Aqui perto temos vários deles que simplesmente não tem vagas disponíveis para os clientes porque os médicos, funcionários, donos de salas e de lojas param seus próprios carros nas vagas de seus clientes.

Ou seja, evoluir nossos pensamentos e nossa percepção nas coisas rotineiras da vida é uma necessidade fundamental para termos melhores resultados combinados com uma qualidade de vida mais enriquecedora (e coletiva).

Viajei na maionese?

Ou começar a educar nossos filhos para serem menos imediatistas e mais “slow down” é uma loucura?

Estarão eles capacitados para mudar o mundo, ou seremos tão poucos que eles estarão totalmente excluídos da realidade imutável dos resultados imediatos?

_____________________________________________________________________________

Imagem : http://www.osvigaristas.com.br/imagens/transportes/estacionado-3020.jpg

Nós no Amélias, reaproveite!

ameliasreaproveitar

Clique aqui para ler todo o artigo : http://inblogs.com.br/amelias/bemestar/vamos-reaproveitar

E nossa loja completa 1 ano!

aniversarioloja

Como o tempo passa!

Ano retrasado começamos o projeto das nossas camisetas com estampas educativas e ecológicas.

Encontramos a malha PET, bolamos as estampas, buscamos parceiros para produzir de forma a gerar trabalho em comunidades de baixa renda.

Não foi fácil. Tinha hora que achávamos que não seria possível.

Mas ano passado, inauguramos nossa loja virtual.

Aí foram vindo novas idéias, mais opções de tecido, novos parceiros.

1 ano depois e ainda aprendemos todos os dias e ainda temos muito mais a aprender.

A caminhada é estimulante.

Só podemos comemorar e agradecer!

Por isso, vamos fazer uma semana de promoção das nossos produtos!

Não perca esta oportunidade para conhecer a malha PET e ver que ela pode ser inserida em nossas roupas como item tão básico quanto o algodão, com a vantagem de retirar milhares de garrafas PET do meio-ambiente!

Faça a sua parte, consuma produtos reciclados!

www.futurodopresente.com.br

Eu ESCOLHO

SEJA RESPONSÁVEL POR SUAS ESCOLHAS

Fazendo nossa parte nessa caminhada…

p1060169pAcredito, com todas as minhas forças, que a única forma de mudar o mundo é termos uma sociedade civil organizada. E a sociedade civil organizada é você, sou eu. Para que a sociedade se organize e enfrente todas as dificuldades  do nosso mundo, do nosso país, precisamos reclamar menos e agir mais.

p1060163pPor isso, quando eu soube que a Casa de Parto de Realengo tinha sido fechada, eu tive que manifestar aqui minha indignação. O mesmo fiz quando soube do fechamento da Casa de Parto de Juiz de Fora, que infelizmente, continua fechada.

A Casa de Parto de Realengo foi reaberta -sob liminar- e a caminhada em defesa dela e de todas as Casas de Parto do Brasile em defesa do Parto Normal, foi mantida. E eu tinha que ir porque a mulher, nós mulheres, merecemos e precisamos de centros de atendimento ao parto públicos com serviços humanizados e de qualidade como os oferecidos pelas Casas de Parto.

p1060168p

A mulher tem direito a escolher como quer parir e não ser induzida de forma covarde por médicos cesaristas que levam o Brasil a ser campeão em taxa de cirurgia cesareana, que chega a 80% em hospitais particulares.

E chegando lá encontrei muitas amigas que conheci quando participei de listas de discussão em prol do parto normal humanizado e do parto natural. Lembranças mil na cabeça e alegria de ver tantas

p1060155p

mulheres engajadas, tantas pessoas verdadeiramente comprometidas com sua causa. Lindo de ver pela paixão, pela seriedade, pela organização.

A orla do Leme e Copacabana ficou laranja com mulheres, homens, crianças e balões colorindo uma luta que deveris ser desnecessária, afinal, um parto humano deveria ser uma regra, não uma excessão.

Mas mesmo assim, foram poucas pessoas. Li que eram 300 pessoas. Mas isso não  é porque as pessoas não defendem a causa. É porque as pessoas preferem continuar em casa, confortáveis, reclamando da vida e dos desrespeito generalizado em nossa sociedade.

p1060172p

Que essa imagem, de duas lindas grávidas jogando capoeira, inspire e mostre que quando desejamos mudar alguma coisa, é preciso lutar, sair da zona de conforto e superar tudo.

Parabéns a todos que estiveram lá.

Ato, ato, ato queremos a Casa de Parto!

Ai…ai, ai, ai…é só deixar que o bebê sai!

p1060173p

Prêmio Óleo de Peroba

images-1

@marcelotas conta em seu blog que o Sarney, presidente do Senado Federal, empregava ilegalmente, seu neto no Senado. Para encobrir o fato, o mesmo foi exonerado de forma totalmente discreta para ninguém perceber (sociedade que paga seu salário e dos parentes que emprega ilegalmente). Não bastando isso, a mãe do rapaz, mulher do filho do Sarney, foi imediatamente contratada para seu lugar!

Enquanto tudo isso acontece, no mesmo texto, Tas conta que ele almoça num dia da mesma semana com o Boni, aquele mesmo que era Globo, regado a um vinho que custa em torno de US$5 mil por garrafa!

Me pergunto: o que podemos fazer contra isso? Até quando vamos aguentar sem reagir?

O que fazer contra uma situação que vai muito além do voto consciente?

O que fazer quando nem o voto consciente basta porque a grande massa é inconsciente? Quando a maioria que eleje escroques para os cargos de comando de nosso país são manipulados pelos velhos e abomináveis “currais eleitorais” em troca de uma cesta básica, um par de sapatos ou uma dentadura?

Leia +
Ato secreto no Senado beneficiou neto de Sarney
Depois de exonerar neto de Sarney, senador petebista nomeia para o cargo a mãe do rapaz http://www.correiobraziliense.com.br/html/sessao_3/2009/06/11/noticia_interna/id_sessao=3&id_noticia=117816/noticia_interna.shtml
Mãe de neto de Sarney teria assumido vaga do filho Senado http://noticias.terra.com.br/brasil/interna/0,,OI3818763-EI7896,00.html
Senado acumula mais de 300 atos secretos para criar cargos e nomear http://www.estadao.com.br/estadaodehoje/20090610/not_imp385153,0.php

Flagras

foto-0010_1

Andar nas calçadas é um desafio.

Todas essas fotos, eu tirei de ruas onde passei.

Acho interessante que todo mundo acha que somente o poder público tem que de agir bem, que cumprir suas obrigações.

Mas e nós, e a nossa parte?

Temos o direito de jogar e abandonar entulhos pela calçada, pelas ruas?

foto-0009

E as podas das plantas, sejam da rua ou da nossa casa?

Temos o direito de jogar na rua de qualquer jeito?

Vendo essas imagens, me lembrei da Cristiane Fetter que sempre nos conta como é a vida fora do Brasil, mais particularmente nos Estados Unidos.

Elas nos contou que lá(não localizei o post exato), se o lixo não estiver separado corretamente, ele não é recolhido. Aqui, de certa forma, também não, porque um lixo como este precisa estar ensacado.

foto-0003

Essa aqui me deixou particularmente arrepiada porque o que mais se fala é em coleta seletiva, sustentabilidade, tá nas bocas.

Pois bem, na região onde isso aconteceu, há coleta seletiva de lixo e este lixo estava ali no dia da coleta normal.

Nestas horas, me pergunto porque os legisladores não criaram ainda leis que obriguem todas as cidades a ter coleta seletiva e uma lei que obrigue os moradores a separar seu lixo.

Não adianta. Tem coisa que somente uma lei resolve.

foto-0008_1

Bem…essa é clássica do pensamento “faça o que digo, não faça o que eu faço”.

A planta é linda, a calçada fica linda…mas simplesmente é impossível passar. Além do tamanho notório da planta, ela ainda espeta muito.

Mas a calçada é responsabilidade do morador ou do condomínio.

Não é o poder público que deve se mancar.

Nós é que temos que nos dar conta, cada vez mais, que não adianta só reclamar, temos que fazer a nossa parte. Todos os dias.

Projeto Carioquinha prá gente sair do sofá!

carioquinha2009

spacer

 

Em 2008 eu falei do projeto e ele volta em 2009 em sua 11a.edição de 01 de Junho a  05 de Julho de 2009!

Um incentivo a usar o transporte público e fazer passeios culturais e ecológicos pelo Rio e Grande Rio e uma oportunidade de sair em família, desligar a TV, levantar do sofá, se divertir e aprender.

Gastanto pouco, o que é ótimo!TÁ SEM PROGRAMA? Não tá mais!Esse é o Projeto Carioquinha! 

Vejam os detalhes no site http://www.carioquinha.com.br/
O que é?
O Rio de Janeiro é lindo e merece ser visto pelos cariocas que muitas vezes são os que menos aproveitam suas belezas e pontos turísticos e o projeto vem incentivar o carioca a passear no Rio.
O objetivo é aproveitar a baixa temporada turística para preparar o morador da cidade para ser um agente divulgador do Rio e de suas beleza e oferecer a ele o que a cidade tem melhor a preços mais baixos que os praticados no mercado tradicional de turismo. 
Hoje, por exemplo tem CCBB – Música – Alô…Alô?! 100 anos de Carmem Miranda – às 12h30 e 18h30. Preço normal R$ 6,00. Preço Carioquinha R$ 3,00 !!
Sábado, dia 6 de Junho, tem Planetário – Sessão de cúpula: A Janela Mágica. Indicada para o público acima de 6 anos – às 15h30. Preço normal R$ 12,00. Preço Carioquinha R$ 5,00.
Durante toda vigência do projeto, cariocas “da gema” (natural do Rio) ou “do coração” (morador da cidade ou do Grande Rio*) têm direito a descontos e programações especiais oferecidas por pontos e serviços turísticos do Rio de Janeiro.
* Belford Roxo, Duque de Caxias, Guapimirim, Itaboraí, Itaguaí, Japeri, Magé, Mangaratiba, Maricá, Mesquita, Nilópolis, Niterói, Paracambi, Nova Iguaçu, Queimados, São Gonçalo, São João de Meriti, Seropédica e Tanguá

Como funciona?
Basta apresentar nas bilheterias dos pontos turísticos e atrações cadastradas a carteira de identidade para comprovar sua naturalidade e, se for morador, um comprovante de residência em seu nome.
A promoção é válida para TODOS que NASCERAM ou MORAM na cidade do Rio ou Grande Rio*.

Confira os Pontos Carioquinhas que estão participando este ano, aproveite as delícias do Roteiro Gastronômico e da  Agenda Carioca e monte sua programação!
.

Nós pensamos no futuro

  • Fiz um convite  e várias pessoas aderiram e usaram a tag #eupensonofuturo para contar suas ações em prol do futuro.

    anaclaudiabessa@lufreitas sugeriu e já topei!

    Encurtamos a tag#eupensonofuturo por #pensonofuturo - #duascabecaspensammelhor :0)

    cyncardosoquando vou ao mercado, levo minha ecobag e não uso as sacolas plásticas que eles oferecem

     Claro, usamos bastante roupas recicladas de garrafa PET e ecobags:0) http://bit.ly/uYqtR

    anaclaudiabessa@PatFeldman Eu preciso melhorar muito, ainda só uso produtos químicos

    anaclaudiabessaProcuro sempre pedir ajuda das crianças qdo vamos plantar alguma coisa, pintar um vaso. Se sentem fazendo parte. 

     burranonaeu limpo a casa com vinagre, bicarbonato de sódio e água. nada de desinfetantes, limpa vidro, etc etc. 

     

    anaclaudiabessa@burranona eu também amamentei muito. Exclusivamente até o oitavo mês. Nem água bebiam, só leite materno.:0)

     burranonaeu amamento. e muito. 

    anaclaudiabessaAcabei de catar o cocô do cachorro sem usar papel ou saco plástico. Calma, gente, uso uma pá! :0) http://bit.ly/14kj8o

    Desligo os equipamentos em stand by, Aquela luzinha vermelha consome até 20% a mais de energia 

    Temos uma horta caseira e plantamos árvores e mudas de plantas sempre que podemos. 

    Não jogamos óleo na pia ou no lixo. Separamos em garrafas plásticas e entregamos numa escola aqui perto que tem coletor.  

    Não jogamos pó de café no lixo ou no ralo da pia, colocamos nas plantas (mas anteção: muito café não é bom para elas) 

    Meus filhos estão correndo feito loucos lá fora, vantagens da Tv desligada 

     

    Guarde comprovantes sem imprimir, dica do blog Vida Verde http://bit.ly/10DWLY 

    Sob pretexto de preparar nossos filhos para o futuro, estamos fazendo-os perder a infância.

    Adultizamos as crianças muito cedo com escolas cada vez mais cedo, responsabilidades e compromissos demais. Isso é bom?Não.

    Mantemos a área externa gramada.Dá mais trabalho e custo bem maior mas os benefícios para nós e para o meio-ambiente valem!

    burranonaprefiro sempre sair a pé ou de trem. as crianças também adoram.

    ·         eu respeito meus filhos e tento nunca levantar a voz p/ que eles façam o mesmo com os outros.

    patfeldmanEu ensino meu filho a comer COMIDA DE VERDADE, não aquele plástico industrializado que acaba com a saúde e o ambiente. 

    rematteoni não como carne bovina nem suína; frango só caipira e só de vez em qdo.

    minha filha não assiste tv! 

     

    anaclaudiabessa@rematteoni Eu troco roupas/uniformes usados em bom estado das crianças com amigas como a @cristianefetter /mães da escola

    ·         rematteoni depois q mudei de apartamento e de decoração, reformei o sofá e uma poltrona. e vários móveis foram doados.

    §  eu aproveito ao maximo, reciclo mesmo, roupas da Pipoca. O q não serve mais é doado

    ·         eu mando os vidros de florais e homeopatias de volta p/ a farmacia p/ serem recliclados

     

    ·         anaclaudiabessaDoamos copos de vidro/plástico de requeijão. Ou usamos os copos de plástico para colocar sobras de molho de tomate, por ex.

    Usamos um matador de mosca supereficiente e que não polui o ar. Aquela raquete de plástico de loja de 1,99 

     

    § EscalafobeticoRT @cyncardoso: Quase nunca imprimo nada. Nem extrato, nem comprovantes, nem e-mails. Só quando é estritamente necessário.

    anaclaudiabessaSempre que possível usamos água de reuso para regar as plantas, economiza recurso natural e financeiro :0) #eupensonofuturo

    cyncardosoUso refil sempre q possível. Economiza embalagem e recursos para produzir outras q vão para o lixo. (via @anaclaudiabessa)

    ·         @fiodeariadne: Inspirado em@marcospontes Mudanças de hábito que realmente compensam http://tinyurl.com/p2m8jc 

    anaclaudiabessaAntes de escolher a escola dos filhos, li bastante sobre metodologias pedagógicas 

    cristianefetter a cobrança das minhas contas é via e-mail. Paperless!

     anaclaudiabessaEu só uso papel reciclado para impressões que só são feitas se realmente necessário

    ·         Qdo educamos nosso filhos devemos lembrar desse deputado-PR que deve ter sido muito mal educado pelos pais 

     Me comprometi http://bit.ly/q5yU7 a plantar 8 árvores por mês pelo click  http://bit.ly/CRRY8 

    ·         Acabei de fazer minha meia-horinha de transport. Retomei minhas atividades físicas 3x/semana. Afinal, a idade chega! #eupensonofuturo

    burranonaeu levo e busco a filha na escola a pé.

     

    Fazemos uma refeição sem carne, uma vez por semana. Pretendemos fazer mais vezes. 

    ·         Levo suco de casa ou água em copos/squeeze das crianças assim, não uso copos descartáveis para eles na rua.

    ·         Desligo o chuveiro para passar xampu e sabonete. É um hábito difícil de pegar mas depois que pega vai no automatico

    Usamos lâmpadas fluorescentes na maioria dos lustres. Ainda não repomos todas, mas vamos! Usamos pilhas recarregáveis na maioria dos equipamentos que precisam delas. Ainda não conseguimos repor todos, mas vamos!

      leobragancaSacola plástica? De jeito nenhum!!! 

    alinetavares Eu separo o lixo para reciclagem.

    edsoncarvalho Eu penso no futuro e você? Aceita um convite? http://bit.ly/4EgiEp #eupensonofuturo

     

    @PatFeldman:  Faço chá de cascas de frutas e restos de legumes q não uso p/regar plantas e evitar o uso de venenos!

    Eu faço chá das cascas de frutas e restos de legumes que não uso para regar minhas plantas e evitar o uso de venenos!

    ·         Eu evito ao máximo consumir industrializados. Quase não consumo.

     

    anaclaudiabessaMeus filhos só assistem 2 desenhos pela manhã, o resto é brincar como quiserem, agora estão no quebra-cabeças

    Eu escolho a escola dos filhos pela proposta pedagógica, qualidade das instalações e visão. Não pela mensalidade cara

    ·         folhas sem uso em agendas também viram bloco de anotações

    Utilizamos os 2 lados do papel. Papel com lado em branco é feito bloquinho p/recados,listas de compras,crianças desenharem

    ·         Dou prioridade para que meus filhos brinquem ao invés de ficar na frente da TV 

    ah, sempre priorizamos alimentos orgânicos! 

    fiodeariadneRT: @anaclaudiabessa: Só trocamos de celular quando o nosso quebra e não tem conserto ou temos para quem repassar o usado.

    burranonaeu “planto” uma árvore por dia http://www.clickarvore.com.br/

    ·         eu não como carne

    ·         eu prefiro sempre comprar orgânicos 

    cacau_hcaparelhos na tomada? só os que estou utilizando! Nada de standby.

    ·         tomo banho com a minha filha todos os dias, pensando no meio ambiente e no vínculo materno 

    anaclaudiabessaDoamos tudo que não queremos +: sapatos, roupas, cortinas, móveis, tapetes, equipamentos.Qdo não doamos, vendemos. 

    Consertamos e colamos todos os brinquedos das crianças e qdo perdem o interesse , arrumamos o melhor possível e doamos 

    Uso uma cafeteira italiana-Moka se quero fazer pouco café. Gasto água p/ apenas 2 xícaras e 1 colher de chá de café 

    Eu gostaria que a via principal não fosse tão perigosa para eu levar as crianças de bicicleta para a escola 

    ·         Não jogamos pão dormido no lixo. Eles vão prá chapa ou gril e são consumidos normalmente. 

    ·         Eu faço coleta seletiva de todo o meu lixo e encaminho para reciclagem 

    @infoambiental: Tem uma roda de bicicleta velha? http://migre.me/1fQ1

    fiodeariadneRT: @anaclaudiabessa: Reaproveito tudo o que é possível, só vai para o lixo se não tiver outro destino.  http://bit.ly/M3N6y(expand)

    ·         @mellmachado: Eu vou pro trabalho a pé também….levo a filhota no carrinho ,levo 15 minutos…. 

     

    ·         anaclaudiabessaEu vou ao meu dentista à pé. É mais ou menos perto de casa, mas #eupensonofuturo e procuro não usar carro sempre que posso.


    Viu, quanta gente? Conte o que você faz ou pretende fazer pensando no futuro!